Páginas

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Marcello

Em  16 de janeiro de 1910, nasceu um menino, e, como na época era costume dar o nome do "santo do dia"aos bebês, seus pais optaram por este MARCELLO que foi especial.
Em 1938, casou-se com a mulher mais bela aos seus olhos, Izaquelina Leal.
Deste matrimônio nasceram oito filhos dos quais cinco sobreviveram. A unica mulher foi Maria, fruto de uma
promessa feita à  Mãe de Jesus, por ter perdido já o seu primeiro filho.
Marcello foi um bom cristão: coração magnânimo, ponderado, inteligente, autodidata, conseguiu ler e escrever por si próprio. Conseguiu também sair da condição de pequeno agricultor para artífice. Trabalhava  a prata e o ouro conseguindo fabricar e comercializar jóias,  ganhando o suficiente para criar e educar sua prole sem grandes dificuldades. Izaquelina era relações públicas no comércio, diríamos hoje: encarregada do "marketting". Dava polimento às peças confeccionadas pelo marido, escolhendo noutras fontes, jóias mais sofisticadas para compor  um estoque mais diversificado e interessante.
Marcello era feliz com sua Zaque, também inteligente e jeitosa em seus ofícios.
Viveram juntos exatamente 58 anos!
Em 1997, Marcello foi para o céu .
Em 2004, Izaquelina foi juntar-se a ele na Constelação das Jóias Celestiais onde já moravam além dos filhos que foram para lá pequeninos, também Natanael.
É só olhar o  firmamento e  lá estão eles piscando, piscando!...
SALVE os 101 anos de MAR CELLO!

2 comentários:

  1. Bela composição de amor e recordação. Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Lindo e tocante..E de lá eles te olham também...beijos,chica

    ResponderExcluir